quinta-feira, 1 de março de 2012

Filhos do Éden – Eduardo Spohr

 

Livro Filhos do Eden

O Blog Mania de Mulher também é cultura, sendo assim, o tema de hoje é sobre a obra do autor Eduardo Spohr, a qual LI E INDICO.

Quem já leu o best-seller A Batalha do Apocalipse - primeiro livro do autor brasileiro Eduardo Spohr –, irá estranhar os novos protagonistas (Kaira e Denyel) de Filhos do Éden, pois são bem diferentes de Shamira e Ablon, do seu primeiro livro.

Confesso que nos primeiros capítulos, não simpatizei-me com Kaira, pois a achei demasiadamente humanizada, indefesa, frágil. Enquanto que Shamira, era uma mulher forte, esperta, independente (estilo de mulher que admiro).

No decorrer da história, o autor mostra as razões pelas quais Kaira possui sentimentos e pensamentos tão humanos, me sensibilizando, de forma que, tanto Kaira quanto os outros personagens ganharam meu coração, no decorrer dos capítulos, principalmente o querubim Denyel, que é o tipo de personagem que você ama ou, simplesmente, odeia.

A história é cheia de ação, com direito à tiros de armas de fogo, perseguições, explosões, ferimentos etc…, há também referências às guerras do século XX. Os acontecimentos ocorrem de forma mais acelerada e com poucos flashbacks, diferentemente de A Batalha do Apocalipse, que possui um tom épico e muitos flashbacks.

Vale lembrar, que o autor faz questão de esclarecer no início do livro que, Filhos do Éden não é uma continuação de A Batalha do Apocalipse. Contudo é impossível não compararmos as duas obras, pois ambas exploram nosso imaginário com anjos, arcanjos, querubins, demônios, deuses, céu, inferno, dilúvio etc.

De forma resumida, a ação divide-se entre Kaira, uma celestial que luta para recuperar a memória após anos vivendo na terra, e Denyel, um querubim exilado, uma figura vulgar e sombria, que trabalhou como assassino das legiões inimigas, mas que hoje, solitário, desonrado, procura ser incorporado às fileiras rebeldes.

Em paralelo, acompanhamos o drama de um terceiro personagem, conhecido apenas como Primeiro Anjo, o líder dos sentinelas – poderosos agentes designados por Deus para, num passado remoto, instruir e proteger as primeiras tribos humanas. Punidos por se recusarem a tomar parte nas catástrofes antigas, os sentinelas agora buscam vingança, numa caçada que se estenderá aos outros volumes da série.

Com a ajuda de Urakin, um guerreiro destemido e leal, Levih, da casta dos ofanins, Kaira e Denyel encontrarão a chave para as ruínas de Athea, a mais célebre das colônias atlântes, um posto avançado que resistiu às violentas águas do dilúvio. Cobiçada à séculos, Athea esconde inomináveis segredos, passagens ocultas que, se descobertas, serão usadas pelos exércitos tirânicos para invadir a Cidadela de Fogo, bastião das forças de Gabriel, e pôr termo a disputa que se arrasta há milênios.

Para os novos leitores, Filhos do Éden é um romance informativo, uma maneira simples de conhecer a mitologia, os combates e a estruturação de forças desse universo fantástico. Para os fãs, é uma expansão, que explora o conflito entre as castas, os planos da existência, os deuses etéreos e o dia a dia da guerra civil, o confronto que, em um futuro próximo, conduzirá à tão aguardada Batalha do Apocalipse.

Ao final do livro, o autor apresenta a cronologia celeste, e informações adicionais na linha do tempo, para que o leitor entenda os principais eventos que aconteceram nos céus e na terra sob a visão dos alados, como por exemplo, as batalhas primevas (antes da luz) período em que os arcanjos foram criados por Deus, o Jardim do Éden e o Sétimo dia, onde o Jardim do Éden é a terra e o sétimo dia compreende o período em que ocorre a história, ou seja, os dias atuais, as grandes catástrofes, as guerras mediterrâneas, as guerras etéreas, o dilúvio e os sentinelas, sodoma, gomorra e a irmandade dos renegados, a rebelião de Lúcifer, a guerra civil, dentre outros eventos.

Para os curiosos em conhecer um pouco mais sobre o livro A Batalha do Apocalipse, recomendo ler esta resenha completíssima e esclarecedora.

Em breve, voltaremos com muitas novidades na tag Resenhas Produtos para Make!

 

Um forte abraço.

minha assinatura

4 comentários:

  1. É bom ver um brasileiro se destacando na literatura! um livro tão rico em conteúdo e que nos emociona da primeira a última página, foi assim com o primeiro livro dele ( A batalha do apocalipse ) e certamente será assim nesse também! comecei a ler e recomendo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evandro. Você têm toda razão, pois o primeiro livro foi apaixonante, me apeguei muito aos personagens Shamira e Ablon. No livro Filhos do Éden, demorei um pouco para me acostumar com os novos personagens, mas aos poucos eles foram entrando em meu coração, principalmente o querubim guerreiro Denyel. Obrigada por emprestar-me os livros, que proporcionaram bons momentos de lazer. Fico agradecida por sua visita e comentários.

      Excluir
  2. Paula, Parabéns pelo blog! está cada dia mais lindo e agradável!

    ResponderExcluir