sexta-feira, 6 de abril de 2012

A Guerra dos Tronos

 

capa guerra tronos

A Guerra dos Tronos é um livro de aventura medieval adulta, que conta uma história emocionante e dinâmica, capaz de nos surpreender a cada revelação.

Martin não tem nenhum amor exagerado por seus personagens, que são tão mortais quanto qualquer um de nós. Um pequeno erro de estratégia ou um momento de fraqueza e o personagem já era. Morre vítima de um assassinato inesperado, uma traição surpreendente ou um golpe aleatório. Vilões se tornam mocinhos e perdedores campeões. Personagens vêm e vão, se aliam e desaliam a cada capítulo. A trama é imprevisível e por isso tão atraente.

Cada capítulo da obra de Martin é narrado sob o ponto de vista de um dos personagens. Ou seja, é muito mais difícil falar em mocinhos e bandidos quando você experimenta a cada vinte ou trinta páginas os medos e amores de uma pessoa diferente. O melhor exemplo dos méritos da troca de perspectiva é Tyrion Lannister. O anão é membro do clã mais sórdido dos Sete Reinos e defende a família acima de qualquer pudor. No entanto, quando o leitor mergulha na sua história, suas atitudes ganham explicações e justificativas e ele passa a ser um dos personagens mais cativantes da trama. Apesar de possuir limitações físicas, sua mente sagaz, língua intrépida e audaciosa e a fortuna de sua casa, o ajudam a lograr êxito em seus objetivos.

O autor, não se preocupa em poupar os leitores de estômago fraco, uma vez, que em seus diálogos palavrões são ditos, além disso, há diversos trechos de brilhantes descrições dos momentos de amor e sexo entre Daenerys Targaryen e seu marido, o guerreiro Khal Drogo.

Daenerys, juntamente com seu irmão Viserys possuem uma triste história. São os últimos descendentes da família Targaryen, eles fugiram de Westeros, após derrota e destruição da casa Targaryen, por Robert Baratheon o usurpador, vivendo de favores em uma terra estranha. Até que Viserys, conhecido como o rei pedinte, arranja o casamento entre a irmã Daenerys e Khal Drogo, visando conseguir fileiras de guerreiros dothrakis para conquistar o trono de ferro que lhe roubaram.

Daenerys, aos 13 anos, se vê obrigada a casar-se contra sua própria vontade, mas aprende a respeitar os costumes excêntricos dos dothrakis e a amar Drogo. A história entre esse casal, desenrola-se de forma surpreendente e inesperada.

Há elementos brutais, como estupros em chão de batalha, há também, incestos, traições, intrigas, conspirações, chantagens, paixões, fidelidade, luxúria, ambição e confusão, num cenário traiçoeiro e incerto, que deixa o leitor aguçado e curioso, uma vez que o autor é muito imprevisível.

É uma leitura dinâmica, de fácil compreensão, contudo, no início do livro são introduzidos muitos personagens, fazendo com que o leitor fique mais atento para não confundi-los. Mas, no decorrer da história, o leitor vai se familiarizando com os personagens e suas complexidades. Para auxiliar o leitor, no final do livro, o autor fornece descrições das principais casas, seus símbolos e lemas, bem como os nomes dos personagens e seu papel dentro da história.

Outro artifício importante que o autor dispõem para auxiliar o leitor, é o mapa de Westeros, que encontra-se na primeira e na última página do livro, para que o mesmo consiga entender melhor a localização geográfica dos lugares onde se passa a história e desta forma, compreender com mais clareza o deslocamento dos personagens dentro das cidades e povoados. (Clique na imagem para ampliar).

westeros

Há no livro diversas coincidências ou talvez seja uma ironia proposital do autor. Irei citar algumas:

Jon Snow sofre discriminações e possui um futuro incerto, devido a sua condição de filho bastardo de Eddar Stark. Snow encontrou um filhote de lobo albino, que foi rechaçado pelo resto da alcatéia e o adotou.

Lysa Arryn, que se refugia no Ninho da Águia, após o assassinato do seu marido, tentando proteger seu filho à qualquer custo, agindo como se fosse uma ave a proteger o seu filhote no ninho.

Tyrion Lannister, um anão coxo, visto por seu pai com inferioridade devido sua condição física, lidera um pequeno exército de selvagens, ou seja, a escória da sociedade.

Os personagens são tão humanos, com seus erros e acertos, que ao mesmo tempo em que o amamos, podemos odia-los logo em seguida.

Além da apaixonada Daenerys, da forte e obstinada Catelyn, do doce garoto Bran, do honrado Jon Snow e do não menos honrado Eddar Stark, outros tantos personagens atravessam esse mundo – guerreiros, camponeses, prostitutas, bastardos – para além do jogo da guerra dos tronos, segundo a bela e temível rainha Cersei, não existe meio termo, "ganha-se ou morre".

Sucesso internacional na última década e traduzido para diversas línguas. Você não pode deixar de conferir!

Assista ao vídeo abaixo, do canal Cabine Literária, que com muito bom humor, nos mostra um pouco mais sobre o livro.

 

Um comentário:

  1. Eu amei este blog. Eu adoro a literatura George R. R. Martin! ❤️ Ninguém pode negar definitivamente o sucesso do Game of Thrones. Estou surpreso toda a produção por trás da série. No começo eu não estava convencido de que ela, mas como a história progrediu, eu realmente se tornou um fã. Eu acho que todo o elenco tem feito um grande trabalho, é uma das minhas séries favoritas, tem uma grande história!

    ResponderExcluir