terça-feira, 26 de julho de 2016

Proibidos e Liberados para Sem Shampoo/Shampoo Leve - Step 2

Olá leitoras do Blog Mania de Mulher!

No post anterior demos o primeiro passo para a compreensão dos fundamentos básicos das técnicas para limpeza capilar "Sem Shampoo - SS" e "Shampoo Leve - SL".
Nele nos familiarizamos com os rótulos dos produtos, aprendemos a identificar alguns ingredientes proibidos e a interpretar se o produto pode ser usado como cowash.

Se você ainda não leu, [clique aqui] e acompanhe. 

Talvez, o post de hoje lhe pareça um pouco chato. Todavia, é de extrema importância, pois vamos conhecer uma gama de substâncias proibidas/liberadas para as técnicas SS e SL.
Não se desespere, já que as substâncias químicas possuem nomes difíceis de serem pronunciados e memorizados, mas alguns deles são como "figurinhas carimbadas", uma vez que aparecem com muita frequência nos rótulos, esses são mais fáceis de serem memorizados.
Prepare-se, respire fundo, aperte o cinto, vamos lá...

SEGUNDO PASSO

Conhecendo os ingredientes PROIBIDOS

Começaremos com os sulfatos presentes nos shampoos tradicionais. A substância comumente encontrada - a  nossa "figurinha carimba" - é o lauril sulfato de sódio, dodecilbenzenosulfonato e lauril sulfato de amônio.


A tabela verde tem a cor propositalmente pensada, fazendo alusão ao semáforo. Nela consta a relação dos sulfatos leves permitidos para a técnica SL.
As substâncias anfotéricas promovem pouquinha espuma e limpam com suavidade.
Cocamidopropyl betaine é uma substância que pode estar presente em alguns condicionadores formulados especificamente para cowash (já vimos isso no post anterior). Nesse sentido, ele liberado para a técnica SS em pequena quantidade.
É comum encontrarmos sulfatos fracos em shampoos para bebês.
 

Os silicones insolúveis em água, são liberados apenas para SL. Para a técnica SS são proibidos, já que o cowash não tem a capacidade de remover essas substâncias dos fios.
Geralmente, são substâncias terminadas em "ONE" ou "ANE".
Nesse caso, as "figurinhas carimbadas" são Amodimethicone, Dimethicone, Dimethiconol e Cyclopentasiloxane.


A lista dos silicones solúveis em água é bem maior, mas já que são substâncias liberadas para ambas as técnicas, ela torna-se o menor dos nossos problemas. 


Agora temos os derivados minerais, também conhecidos genericamente como petroderivados. São poucos e fáceis de identificar.

Para finalizar, temos uma tabela resumo que ilustra a ideia geral das restrições implicadas em cada técnica.


Não obstante, a maior parte das adeptas da rotina capilar saudável optam pela técnica SL.
A relação das substâncias proibidas/liberadas nos auxiliam quando estamos em uma perfumaria diante de uma infinidade de produtos, porém, ao basear-se somente nessas tabelas as compras tornam-se uma tarefa bem difícil e desanimadora para as iniciantes.
Por essa razão, existem grupos e blogs que compartilham fotos dos produtos liberados. A junção desses dois artifícios (tabelas e fotos), quando somados a um esforço à mais, nos propiciam boas compras e evitam a decepção com produtos escolhidos erroneamente.
Lembre-se: A informação é uma boa arma.

LINKS ÚTEIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário