segunda-feira, 25 de julho de 2016

Sem Shampoo/Shampoo Leve - Step 1

Olá leitoras do Blog Mania de Mulher!

A padronização de um modelo ideal de beleza, o preconceito em torno do cabelo crespo e cacheado e a falta de informação sobre os cuidados específicos para esses tipos de cabelos levaram uma grande quantidade de mulheres à prática do alisamento capilar.

Inicialmente, o procedimento era acessível somente às pessoas que possuíam poder aquisitivo, pois era muito caro. Mas, o alisamento rapidamente se popularizou com preços acessíveis a grande parte das mulheres deixando-as felizes para sempre... SQN.
A mulherada finalmente conseguiu obter seu tão sonhado cabelo liso de forma fácil, mas no decorrer dos anos a febre do alisamento foi deixando seu rastro de destruição.

Atualmente, quando olhamos ao nosso redor com um pouco mais de atenção é comum identificarmos no trabalho, no ônibus, na faculdade, nas ruas, no shopping etc, mulheres com cabelos extremamente danificados, quebrados, com corte químico, espigados, com cabelos ralos e até calvas, resultado de alisamentos sucessivos somado à outras químicas.
Na contramão dos modismos, é crescente o número de mulheres que, insatisfeitas com a aparência dos cabelos, buscam ajuda para deixar de lado os alisamentos e assumir sua forma natural da maneira mais saudável possível.
Por essa razão, o objetivo desse post é mostrar formas alternativas para cuidar dos cabelos visando minimizar as agressões causadas pelas químicas e o ressecamento provocado pelo uso dos shampoos tradicionais.
O primeiro passo para quem quer adotar uma rotina capilar saudável é entender o que são as técnicas de lavagem "Sem Shampoo" e "Shampoo Leve"


Técnica de Limpeza Suave, o que é.

A técnica de limpeza suave surgiu há alguns anos com Lorraine Massey, autora do livro Curly Girl. Seu objetivo era ajudar as mulheres a cuidar das suas madeixas por meio de metodologia de lavagem especificamente desenvolvida para cabelos cacheados.
De maneira objetiva, a Técnica Curly Girl nada mais é do que uma maneira de lavar os cabelos usando produtos mais suaves com a finalidade de evitar danos e ressecamento.
A técnica foi um sucesso, levando pessoas de todos os tipos de cabelos (crespos, ondulados, lisos, fragilizados, tingidos...)  a aderirem esse novo conceito de cuidados capilares que aborda dois métodos de lavagem: o método sem shampoo (SS) e o método do shampoo leve (SL), respectivamente.

PRIMEIRO PASSO:

 Entendendo a lavagem "Sem Shampoo" e "Shampoo Leve"

a) Método Sem Shampoo - SS: 

Aqui é proibido o uso de qualquer tipo de shampoo, inclusive os shampoos sem sulfato (por essa razão o nome do método).


Nesse caso, lava-se o cabelo com condicionador, assim surge o termo em inglês cowash (conditioner-wash), que quer dizer "lavagem com condicionador".
Neste método, as substâncias presentes no condicionador são capazes de retirar, na medida certa, o excesso da oleosidade natural dos fios e as sujidades do dia a dia, sem agredir o cabelo, ou seja, a lavagem com condicionador (cowash) limpa ao mesmo tempo em que trata e condiciona.
Todavia, há fatores limitantes nesse método. Devido a suavidade da limpeza, algumas substâncias não são removidas dos fios, como: silicones insolúveis em água e petroderivados.

Por silicones insolúveis entende-se: dimethicone, cyclopentasiloxane, methicone, amodimethicone, stearyl dimethicone, cetearyl methicone, phenyl trimethicone, etc. Por petroderivados tem-se: parafina líquida, petrolatum, óleo mineral, vaselina, dodecano etc. Convencionou-se chamar essas substâncias de PROIBIDAS.

Portanto, tudo o que for aplicado no cabelo tais como creme de pentear, protetor térmico, gel, máscara de hidratação e condicionador devem ser isentos das substâncias proibidas, uma vez que elas não podem ser removidas dos fios por meio do cowash.
É desejável que o condicionador para a lavagem (cowash) não contenha muitos óleos em sua composição, quanto mais básico os ingredientes de sua formulação, melhor a limpeza dos fios!
Vale ressaltar que os silicones solúveis em água são permitidos nessa técnica, já que o cowash consegue retirá-los dos fios.
A rotina básica de limpeza por meio do método Sem Shampoo (SS) é: aplicar no couro cabeludo e em toda extensão do cabelo o condicionador para cowash, massagear bem o couro cabeludo e exaguar, se for necessário repetir a operação; depois aplicar no comprimento e pontas um condicionador com poder hidratante maior do que o cowash, pausar alguns minutos e enxaguar; por último finalizar com creme de pentear.

Para conhecer as substâncias proibidas para esse método, leia [o post aqui].

Interpretando do Rótulo

Para fins de exemplificação, a imagem abaixo retrata a formulação de um condicionador liberado para a técnica sem shampoo (SS).

Condicionador Nutrição Intensa - Elseve
A ordem dos ingredientes no rótulo indica a quantidade de cada um deles na formulação. As substâncias em maior quantidade estão descritas no começo da composição. Ao final da composição estão descritos os ingredientes em menor quantidade.
Portanto, a água é o componente que está em maior quantidade neste caso e a fragrância é o que está em menor quantidade.
Percebe-se facilmente que o produto é liberado pois não contém nenhum ingrediente proibido na sua composição. Desse modo, teoricamente, o condicionador pode ser usado para cowash, mas na prática, não é o que ocorre.
Note que logo no início da fórmula temos Glycine Soja Oil/Soybean Oil, seguido mais adiante por Cocos Nucifera Oil/Coconut oil; Helianthus Annuus Seed Oil; Sunflower Seed Oil.
O óleo de soja aparece no início na composição, isso quer dizer que há bastante dele na formulação, há também uma grande diversidade de outros óleos que somados aos extratos vegetais tem grande probabilidade de deixar o cabelo pesado, oleoso e com aspecto sujo, caso o produto seja usado como cowash. Assim, uma formulação extremamente nutritiva e hidratante é mais indicada para o condicionamento dos fios e pouco indicada para cowash.
A próxima foto, ilustra a composição de um condicionador indicadíssimo para fazer o cowash.

Condicionador mel e amêndoa - Suave
Note que esse condicionador, além de liberado para a técnica, possui fórmula simples, com poucos ingredientes.
O único óleo vegetal presente é "Prunus Amygdalus Dulcis Oil" e está mais ao final da fórmula, indicando que ele está em pouca quantidade. Assim, esse condicionador pode ser um grande aliado no cowash.
Mas, podemos melhorar mais um pouco, o que acham?
De olho nas mudanças do mercado, algumas marcas inovaram e acrescentaram uma pequena quantidade de agente limpante, "anfótero" (cocamidopropyl betaine) na composição do condicionador, para melhorar o cowash em termos de capacidade de limpeza.
No próximo exemplo, temos um condicionador higienizante, no qual foi acrescentado anfótero na composição. Lembrando que o produto ainda continua com suas propriedades condicionadoras, a final ainda se trata de um condicionador.


Condicionador Higienizante Hydra Cachos - Amend

Neste caso, na segunda linha da composição temos "Shea Butteramidopropyl Betaine" que acrescentado à fórmula aumenta seu poder de limpeza.
Essa formulação é um pouco mais complexa, e apresenta apenas um óleo vegetal "Olea Europaea Fruit Oil". Vale frisar que quanto menos óleo conter a formulação, melhor para se fazer cowash.
Como último exemplo, temos um condicionador proibido, devido a presença de silicones insolúveis e petroderivados.


Blindagem Platinum - Tresemmé
O método sem shampoo é muito mais complexo e restritivo que o método apresentado na sequencia.

b) Método Shampoo Leve - SL

Esse método baseia-se no uso de shampoo sem sulfato (sulfate free). É muito comum encontrarmos nas prateleiras das perfumarias shampoos sem sulfato, assim esse método é o mais adotado.
Aqui, os shampoos tradicionais com sulfato forte são proibidos, bem como os petroderivados.
A limitação aos petroderivados, se dá porque os shampoos sem sulfato não tem um poder de limpeza tão grande quanto os shampoos tradicionais, assim, não é possível remover os resíduos de petroderivados dos cabelos por meio do shampoo sem sulfato.
Nesta linha de pensamento, todo e qualquer produto que será aplicado no cabelo como creme de pentear, gel, spray, termoprotetor, máscara, condicionador etc, não poderão conter petroderivados em sua composição.
Ao contrário do método Sem Shampoo, aqui são permitidos os silicones insolúveis, isso porque o shampoo sem sulfato consegue retirar essas substâncias dos fios durante a lavagem.
A rotina básica de limpeza por meio do método do Shampoo Leve (SL) é: lavar o cabelo e o couro cabeludo com shampoo sem sulfato (se for preciso repita a operação); aplique o condicionador e aguarde alguns minutos, depois enxágue; por último finalize com um creme de pentear.
Para exemplificar, segue a composição de um shampoo proibido para essa técnica.


O fato de haver apenas uma ou mais substâncias proibidas na composição do produto, já o torna indesejável para a técnica.
Neste caso o "Sodium Laureth Sulfate" é um sulfato forte comumente empregado na formulação dos shampoos tradicionais e sempre aparece no início da composição indicando que ele está presente em grande quantidade. Também tem-se outra substância proibida, a  parafina líquida "Paraffinum liquidum".

Para conhecer as substâncias proibidas, leia [este post aqui].

O próximo exemplo, conta com um shampoo sem sulfato liberado para a técnica do shampoo leve.
Shampoo Phytoervas Hidratação Intensa Côco e Algodão
Poder de Limpeza

Se classificarmos o poder de limpeza dos seguintes produtos,  obteremos (a partir do mais forte): shampoo tradicional, com sulfato --> shampoo leve, sem sulfato --> Condicionador acrescido de anfótero (agente limpante) --> Condicionador isento de anfótero.

Qual Método Escolher

Essa é uma questão muito pessoal! Eu faço o método Sem Shampoo (SS), mas já ouvi relatos de pessoas que não se adaptaram à esse método, resultando em coceira e caspas.
Em meu caso, ocorreu exatamente o contrário, após adotar o método SS, deixei de ter caspas e coceiras.
Portanto, a escolha é individual e se caso não dê certo uma das técnicas escolhidas, basta migrar para a outra e observar em qual dos métodos de limpeza você obteve melhor resultado e adaptação.

Considerações Finais

Ao escolher seguir uma das técnicas é imprescindível estar bem informada e não ter preguiça de ler os rótulos.
Na internet é possível encontrar fotos dos produtos liberados para cada técnica, o que ajuda muito, porém não nos desobriga de ler a composição, já que o fabricante é livre para mudar a formulação dos seus produtos conforme lhe aprouver.
Aqui mesmo no Blog Mania de Mulher, existem posts com os produtos que eu utilizo em meu cabelo, os quais possuem preços acessíveis e podem servir de referência para quem está iniciando a técnica. Portanto, deixarei links interessantes para que vocês possam se informar e entrar nesse universo.
Ao início parece ser complicado, mas com a aprendizagem vamos enriquecendo nosso conhecimento e o entendimento das técnicas "sem shampoo" e "shampoo leve" se torna agradável e prazeroso, basta se esforçar um pouquinho.
Todo o esforço vale a pena, pois o resultado é um cabelo incrivelmente saudável e bonito.

LINKS ÚTEIS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário